Visita da YNBAR a UFSC e BambuSC

No último dia 16 de outubro a BambuSC recebeu em Florianópolis um grupo de três técnicos chineses da YNBAR – Associação dos Produtores de Bambu e Rattan da Província de Yunnan/China, para troca de informações sobre a cadeia produtiva do bambu.

Entre as atividades desenvolvidas destacaram-se as visitas à coleção de bambus da Fazenda Experimental da Ressacada e também aos laboratórios de micropropagação, ambos da UFSC, onde algumas espécies de bambus estão sendo cultivadas e reproduzidas para fins didáticos e de pesquisa.

Depois foi realizada uma reunião com participação dos visitantes chineses, de pesquisadores da UFSC e de membros da BambuSC, para estabelecer uma agenda de futuros projetos.

As principais conclusões/decisões foram:

• Yunnan e SC estão situados praticamente na mesma latitude, embora em hemisférios opostos. Assim o clima é parecido e as espécies cultiváveis também.
• A Região Sul tem as temperaturas mais baixas no Brasil, o que permite o cultivo tanto de espécies alastrantes, quanto o de entouceirantes.
• Estas afinidades entre Yunnan e a Região Sul do Brasil aproximam os interesses entre a BambuSC e a YNBAR, até porque ambas são entidades não governamentais e sem fins econômicos.
• Segundo os visitantes, a Região Sul dispõe de suficientes recursos naturais e humanos para desenvolver a cadeia produtiva, facilitando a transferência tecnológica.
• A YNBAR gostaria de receber demandas específicas sobre projetos de transferência tecnológica, porque dispõe de técnicos experientes em todos os ramos da cadeia produtiva. Entre outras foram destacadas duas tecnologias disponíveis: 1) implantação de um banco de sementes certificadas e com elevada taxa de germinação e 2) um método de preservação com garantia de durabilidade por 20 anos.
• A BambuSC solicitou à YNBAR o acesso a estas tecnologias, bem como a indicação de alguma pessoa fluente em inglês para permitir a troca de mensagens futuras por e-mail entre as duas entidades.
• Foi indicada também a necessidade de visitas de representantes da BambuSC e da UFSC na Província de Yunnan, para conhecer a realidade local.

Muitas informações foram trocadas ao longo do dia, com destaque para as tentativas de identificação de algumas espécies, que serão complementadas com mensagens posteriores por parte dos visitantes. Todos consideraram as atividades muito ricas e produtivas, apesar da restrição criada pela necessidade constante de um tradutor.

Abraços,
Hans
Presidente da BambuSC

Comments are closed.