BambuSC: Gestão 2015-2017

Amigos da BambuSC,

Para o conhecimento de todos encaminho a relação dos membros da diretoria e do conselho fiscal da BambuSC para o triênio 2015 – 2017 (ver abaixo), bem como os da gestão anterior de 2014 – 2016, para comparação. Seguem também em anexo o Relatório Anual de Atividades e o Balanço Patrimonial da BambuSC de 2014. Como se pode ver no balanço, a saúde financeira da entidade se mantém estável e assegurada para os próximos anos, tendo como principal fonte de receitas os cursos e os serviços de consultoria realizados para empresas e entidades governamentais.

Os cursos dos anos 2014 e 2015 puderam ser oferecidos gratuitamente, em função do Projeto Bambusul, que é coordenado pela UFSC, em parceria com a BambuSC e outras seis universidades, sendo financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, via CNPq. O projeto estava previsto para o período 2014 – 2015, porém deverá ser prorrogado por mais um ano, devido ao atraso da liberação das verbas no período inicial. Entre as atividades previstas para a BambuSC estão a realização de cursos (2014/-15/-16) e de um seminário (2016), além da publicação de materiais didáticos (2016).

A BambuSC continua mantendo diversos canais de comunicação com o público bambuzeiro, como grupos sociais (Yahoo, Facebook e LinkedIn) e este site próprio (www.bambusc.org.br) na Internet, porém está deixando de realizar temporariamente as tradicionais reuniões mensais, devido à falta de interessados. Esperamos, que se trate de um fenômeno passageiro, como já ocorreu em outros momentos no passado. Apresento a seguir uma síntese da atual situação do bambu em SC:

Quanto à expansão das áreas de cultivo, temos o registro de: a) áreas pioneiras nos municípios de Frei Rogério, Rancho Queimado, São Bento do Sul, Rio Negrinho e Campo Alegre; b) áreas recentemente implantadas em São Cristóvão do Sul e Tijucas e c) novas áreas em projeto para Santa Rosa de Lima, Itapoá e região de Chapecó. Na maioria destes locais os plantios são de áreas relativamente pequenas, de até três hectares, tendo como uso principal a produção de brotos comestíveis em conserva, fabricação de móveis, construção e artesanato. Porém os três maiores plantios de SC estão na faixa entre 50 e 100 hectares, sendo usados em fábricas de palitos e de móveis. Também está em estudos a recuperação de áreas degradadas da mineração de carvão na região de Criciúma, que poderá disponibilizar grandes extensões de terra para o cultivo de bambu nos próximos anos. Neste caso o uso preferencial seria para a geração de energia elétrica.

Quanto à formação de mão-de-obra especializada em bambu os avanços são significativos nos últimos anos em todas as regiões do Estado, tanto na área acadêmica (ensino, pesquisa e extensão), envolvendo dezenas de novos professores, alunos e pesquisadores, quanto também novos artesãos e produtores rurais para o mercado de trabalho. Esta é a principal contribuição da BambuSC.

Um terceiro aspecto importante para a cadeia produtiva do bambu é a existência de legislação e de políticas públicas de apoio, contando atualmente com a Lei Federal 12.484, referente aos incentivos para os cultivos de bambu, em vigor desde 2011, além de um projeto de lei semelhante, ainda não em vigor, que tramita na Assembleia Legislativa de SC desde 2014. Com a significativa participação da BambuSC, foi possível conquistar a aprovação do Projeto Bambusul, acima indicado, que representa o maior investimento em pesquisa de bambu na Região Sul do Brasil até hoje.

Com este breve resumo queremos incentivar os bambuzeiros recém chegados a somarem esforços com os colegas mais experientes, pois entendemos que esta seja a mais nobre missão da BambuSC.
Abraços.
Hans

BambuSC – Atividades em 2014

BambuSC – Balanço 2014

 

Cargo Gestão 2015-2017
Gestão 2014-2016
Presidente Hans Kleine Hans Kleine
Vice-Presidente Ari Boehme Ari Boehme
Prim. Secretário Marcelo Venturi Marcelo Venturi
Seg. Secretário Daniela Werner Francisco
Prim. Tesoureiro Thiago Ornellas Thiago Greco
Seg. Tesoureiro Sumara Lisbôa Sumara Lisbôa
Conselho Fiscal Marcos Marques Marcos Marques
Tiago Guex Rodrigo Primavera
Gilmar Telles Rodrigo Jaeger
Suplentes Rodrigo Primavera Tiago Guex
Thiago Greco Gilmar Telles
Dóris Cury Dóris Cury

 

 

Comments are closed.